segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

sete, que já são nove, meses


Passa o tempo. O tempo passa. E hoje completaram-se 7 meses de namoro. Um data especial, mas que foi lembrada por um acaso numa conversa como qualquer outra. Hoje, Amanda Daher, quero declarar publicamente meu amor a você. Não que eu não o tenha feito antes. Mas é que não declarei esse amor e sim outro, que era diferente. Hoje te amo mais que ontem e menos que amanhã.
Nos transformamos juntos. Crescemos todos os dias um pouco mais, juntos. Nos descobrimos juntos. E nesses sete meses que já são nove (juntos), (re)aprendi com você a viver, a ser feliz, a sorrir, a chorar, a sentir e, principalmente, a amar. E é por essas e outras que você foi e é muito importante pra mim.
Queria que esse, como todos os outros dias que estou com você, fosse especial. Você pode até dizer que os dias ao meu lado são especiais de qualquer forma, mas eu nunca fico satisfeito e sempre acho que posso fazer mais. Porque, na minha opinião, você merece tudo que há de melhor e mais bonito e mais perfeito que existe na face da terra. Pois "A Natureza és tu", como disse Adão a Eva por Olavo Bilac.
Não queria que minhas palavras fossem clichês consagrados, mas o próprio amor já é um.
Então, o que posso dizer é:
Você é muito importante pra mim.
Eu te amo mais que tudo na minha vida.
"Pode, em redor de ti, tudo se aniquilar:
- Tudo renascerá cantando ao teu olhar"
um beijo grande e apaixonado,
daquele seu fã número 1
Chrystian Borges

Um comentário:

Mãe disse...

mooooooooor.
não faz isso que eu fico com vergonha
eu sou timida, esqueceu?
te amo mais que tudo, meu amoooor
e espero que muitos outros sete (que são nove) apareçam na nossa vida.
boooom
eu tô com dor de cabeça e não sei como te agradecer pela fantasticamente maravilhosa homenagem. Então, tudo que posso dizer é que te amo puramente, como a lua ao sol ou como as flores à primavera. É dificil de explicar mas é isso. Eu te amo {simples assim}