quarta-feira, 28 de maio de 2008

'Estava deitado na varanda de casa quando, ao longe, comecei a escutar uma buzina fraca que vinha do horizonte. Junto com ela o barulho de um motor volks, daqueles antigos, ano 69. Meio impertinente, a buzina penetrava meus ouvidos e batia no cérebro como um tambor: Boum! Boum!. Até perdi o pensamento. Comecei então a tentar ver quem dirigia aquele veículo branco estranhamente colorido com riscos de várias cores. Vendo ele chegar mais perto, percebi que aqueles riscos eram feitos com canetinhas. Frases de escritores famosos e até de desconhecidos. E foi por uma dessas frases que reconheci o motorista: "A vida é uma taça de champagne borbulhando de oportunidades". Um velho amigo havia me dito isso uma vez. Era ele quem vinha naquele estranho veículo automotor ao meu encontro. Era ele quem havia voltado depois de tanto tempo pra cumprir o prometido.
Tudo começou com uma conversa alheia: "um dia a gente ainda compra uma Kombi, coloca uma mochila nas costas e sai viajando por aí, livres". Nós éramos garotos. Eu tinha 18 e ele 17 anos. Sempre tivemos aquele espírito romântico-aventureiro dos filmes de hollywood. Haviam dias que começávamos a viajar sem sair do quarto. Conversávamos sobre assuntos aleatórios: desde a garota bonitinha do colégio até a desigualdade social e os problemas do mundo. Íamos ao Egito, à Europa e até mesmo a outras partes do Brasil. Mas nunca viajamos de verdade. Um dia surgiu um recado: "eu tô querendo ser livre, tá afim?". Eu, como bom e velho aventureiro que sou, respondi: "Mas é claro!". E dessa conversa renasceu o sonho de pegar a estrada.
- E aí, meu velho? Quanto tempo não?!
- Pois é. O tempo passou e você não mudou nada. Sempre surpreendendo.
- Eu vivo disso! Mas então, a mala tá pronta?
- 20 minutos.
- São seus. Enquanto isso vamos conversando.
- Claro.
- O que você me conta?
- Uai, cara. Minha vida tá ganha, né?! Recebo R$. 0,50 a cada chip antidepressivo vendido. E como há muito tempo a moda é tomar esses remédios, estou nadando em dinheiro.
- Você sabe que eu sempre fui contra esses negócios, né?! De remédios antidepressivos pra qualquer caso de "estresse".
- Eu sei. E também sou contra. Mas alguém precisa ganhar a vida.
- É. Você é que tá certo. Mas então, e a esposa, como está?
- Está muito bem. Trabalhando muito pra variar. Viajou no começo da semana para um congresso em NY e vai passar duas semanas por lá.
- Ô beleza, eihn?! É o tempo que nós precisamos. Se brincar ela ainda nos encontra no meio da estrada.
- É. Vai dar pra curtir beleza. E quando ela voltar falo pra ir nos encontrar. Mas, vem cá!? Nós só falamos de mim até agora. E você? Casou ou quá?
- Ah cara... você sabe como eu sou, né?! Não consigo achar a mulher certa pra mim e, quando acho que achei, ela me mostra que eu estava enganado. No momento estou enrolado com uma garota lá da cidade, mas não estou muito otimista.
- Larga essa vida de galinha. Tá parecendo os moleques da nossa adolescência.
- kkkkkk. Galinha não. Você sabe que não é bem assim. Eu só não encontro "A" mulher.
- Tá certo. Então, deixa de enrolação e vamos cair na estrada.
- Demorou, meu irmão!

E caímos na estrada.'

Você quer saber o que acontecerá nos próximos capítulos da mini-série "Caminhos do coração". Não perca. Qualquer dia desses aparecerão novas atualizações.
skoaskoaksoaksoaksoakosa

6 comentários:

Filha disse...

kkkkkkkkkkkk

eu aki querendo saber o final e vc vem com essa de aguasrde
mas ta mto legal paai ..
;*

Filha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pequena disse...

Chrystian, não me tome como uma débil mental, mas qual era o assunto desse texto, tão gostoso de de ler,porsinal...???

Chrystian disse...

o assunto do texto...
sabe que eu não sei.
apenas escrevi.
acho que é a vontade de ser livre.

Mãe disse...

aham
vontede de ser livre?
me enana que eu gosto

você e sua mania de escrever verdades como mentiras e dizer que apenas inventou.
sabe que isso não é uma verdade ainda, mas já existem planos.
=x

(desculpa se não podia contar)


te amo

Pedro Felipe disse...

planos kiss planos??? hauhauhuahauhauhauh!!!
puta, era o que eu estava precisando ler, viu...
sabe é aquilo que agente conversou, as vezes agente faz coisas que, nos nao sabemos o quanto elas vao ser importantes para outros.
brohter obrigado, voce melhorou muito a minha semana. te amo muito!!!